O mundo de Palavras: 16/03/2010

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

16/03/2010

Leve Beijo

Procuro te nesse lugar demente
em que te tornaste demasiado indecente
giras a roda do desejo
em busca desse leve beijo

quero essa menina perdida
no centro desse mundo já vendido
Esse amor já esquecido
que nunca foi perdido ou vivido

Sentir esses lábios macios
tocar nesse teu corpo frio
viver agarrado ao presente
e nunca dizer não ao passado

Senta esses olhos pousados sobre mim
sinto o teu cheiro a cetim
quero te ao meu lado neste mundo
pois o amor é algo por vezes defunto.



Direitos
Texto:José Pina
Imagem:GoogleImages

Cantigas de alguem

tens presente na tua consciencia
essa tua simples inocência
tens contigo essa missão
de lhe ires pedir perdão

perdão pelas coisas más
obrigado pelas boas
a vida é feita de situações
que nem sempre se resolvem com sugestões

Saber viver é uma virtude
saber sorrir transmite saude
saber falar faz te amansar
esses perigos da sociedade

vives em busca dessa glória
perdida nesse deserto de Alcochete
frase de um inconsciente
que procura a sua história.

Poema Dedicado ao "senhor" Mário Lino

Direitos
Texto:José Pina
Imagem:GoogleImages

A Esfera

Corres atrás dessa esfera
numa emoção continua
Procuras essa tua glória
para pores o teu nome na nossa história

Conduzes a tua vida
de dia para dia
tens nos pes o teu sustento
são eles que te dão alento

aguardas a tua final
num momento sempre divinal
sentado nesse banco magistral
com esse teu ar ancestral

chega o tão desejado apito
perdes a noção do teu tempo
jogas com o coração
nesse negócio que reduziu a emoção



Direitos
Texto: José Pina
Imagem:GoogleImages

Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.