O mundo de Palavras: 29/11/2013

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

29/11/2013

"Autoimune"

Estamos autoimunes nesta vida de rua,
somos transparentes e a nossa carne anda crua.
Somos bichos infectados,
nesta aldeia dos diabos.

Somos culpados sem julgamentos,
com trepaças e com medos.
Somos piolhos sem curas conhecidas,
somos cães sem vidas favoritas.

José Pina , 29-11-2013

Os golpes duros da vida

Se os duros golpes desta vida são permanentes,
no que nós sentimos pelas acções do passado e do presente.
Se sentimos que o passado nos molda a mente,
ficaremos crianças eternamente.

Mas e se crescermos com esses golpes?
Ai um novo pensamento nos salta á mente,
Sabemos que a vida será uma aula de correntes.
E que o destino será sempre dar o passo em frente.

Mas e o passado onde fica?
O passado fica na nossa memória,
agarrado ás paredes do nosso crescimento.
Mas crescemos depois de tudo isso?
com dedicação, certamente.

José Pina, 29/11/2013

Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.