O mundo de Palavras: 24/10/2009

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

24/10/2009

the angel

When you come to me with your smile, my world go down,
when i smile to you i want to say i like you,
you seem to don´t understand,
i just don´t know what i should do

my life is a mess
everything was strange
in the dark of morning
a shaddow it´s comming to me

in a minute she come and ask me what time is it
my cellphone is out of battery
i don´t have a watch
i guess it´s 04:00 of morning

she smile and ask how i know
i answer a star telling me with his smile
she smile and give me a kiss
i smile and give it back

because every star needs a sky
you are my litle star
i like all your ways
like they be a new wave...



texto dedicado a Raquel Marques
Autorias:
Texto José Pina
Imagem: Google

A vida de um bicho (poema)

boas pessoal de seguida apresento um poema sobre os animais

Poema Beleza de um Ser

Um ser debaixo de uma rocha
vive á procura da sobrevivência
um ser quente e selvagem
que vive uma viagem

Um Ser que só conheçe um lugar
que só conhece uma margem
um dia perdeu o vagar
e lançou se numa miragem

Uma miragem coberta pelo destino
em busca de um angulo recto
num destino que o deixa boquiaberto
por algo que não é concreto

Algo que nem imaginava ser possivel
uma missao inatingivel
que no antigamente era visivel
por alguem simplesmente incrivel

esse alguem o despertou com o seu carinho
o carinho de quem sabe o que é a nobreza
esse canto de todo o mimo
cuja vida é um antro de beleza.




Créditos exclusivos:
Imagem:http://naturaii.blogs.sapo.pt/arquivo/042044.html
Texto: José Pina








Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.