O mundo de Palavras: Uma mão aberta cheia de nada

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

20/09/2015

Uma mão aberta cheia de nada

Se o tempo te podia ensinar algo,
ele ensinou que o melhor é ter as lágrimas deste saldo.
Este saldo que te faz perguntar onde andam as soluções,
quando todo o tempo é agora feito de complicações.

Ao ritmo da batida mais triste atravessas esse deserto,
de emoção, sentimento e sensação.
Em que até o homem mais honesto,
mentiu dizendo que não chora ao viver esta ilusão.

Se o destino te trouxer uma roleta,
jogarás o teu destino enquanto o tempo passa.
E na imagem de uma simples ampulheta,
vais perceber que a vida nunca se apaga.

Mas o tempo também é alegria,
sabes isso desde que nasceu a tua cria.
Hoje o tempo apaga este percurso da mais simples antipatia,
em que se tornou este teu novo dia.

José Pina, 20 Setembro de 2015 , Torres Vedras, Portugal.
Postar um comentário

Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.