O mundo de Palavras: O que sinto

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

25/06/2012

O que sinto

pediste me o que sinto, eu digo te

sinto vontade de escrever, colocar no papel sentimento e esperança
neste mundo em que ninguém quer saber, continuo com todas as minhas lembranças
não esqueci nem nunca esquecerei, porque a vida não se esquece, vive se e guarda se
não numa caixa mas sim onde permanece, para sempre guardada onde por vezes se esquece

se fui feliz, claro outrora nunca teria recordações
se é tempo passado, claro senão a esta altura estaria a escrever ao ritmo do fado
ensinaste me muita coisa, agradeço te por isso,
foste sentimento na altura era propicio



como referi acima nunca serás esquecida, mas é tempo ultrapassado e que já se encontra gravado
na memória e no coração , sim eu gravo toda a emoção
não sou maluco, uso simplesmente toda a emoção para aprender a conviver com a paixão
este texto é pessoal mas mostro ao mundo porque para vós sou transparente ,

não tenho medo que me magoem, durante 4 anos já vi muita coisa , aprendi ainda mais
sei que no meio de muitos bons existem vários anormais
para esses estou preparado, porque cair posso e irei cair um dia, mas levantar me ei e mesmo cortando os pulsos
vou me levantar e erguer o meu punho

José Pina
Postar um comentário

Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.