O mundo de Palavras: Portugal, cada povo tem o que merece.

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

22/04/2013

Portugal, cada povo tem o que merece.

Pois é amigos leitores hoje a crónica fala sobre Portugal, e sobre um povo e sociedade que após o dia 25 Abril de 1974 entregou o controlo do pais a todos menos a si próprio quando naquele dia se pretendia exactamente o oposto.

Durante vários anos viveu se uma ditadura, sendo que após a revolução de 74, Portugal ficou entregue primeiro a quem não sabia o que fazer com ele, e que se foi aproveitando para ter alguns privilégios , mais tarde e com a chegada dos "interesses", o pais entregou se totalmente a estes interesses, a todos os níveis,
desde o desporto á politica todos fomos cobertos numa lógica em que vale a palavra de quem mais pagar, e foi assim que fomos descendo na esfera de um mundo adormecido mas não morto.

Agora perguntam se vocês , então e não houve reacções ?

Respondo vos, haver houveram mas nada que assustasse os lobbys e aqueles que sabiam o que declarar e o que fazer quando era hora de esconder a verdade, e assim fomos andando até aos dias de hoje...

Durante todos estes anos , valiam os jantares de partidos em que em troca de abanar umas bandeirinhas e fazer barulho haviam pessoas pagas para que com isso determinado partido tivesse mais votos, campanha chamam eles, corrupção digo eu...

Hoje escrevo não apenas para disparar nestas frentes , mas para servir como um café a este pais que só demonstra merecer o que está a passar nestes últimos anos, porque cego é aquele que não quer ver o que há sua volta acontece, e é mais perigoso um cidadão desinformado do que tudo o que possam imaginar.

Quero que este texto vos sirva para que acordem e percebam que não há santos na terra, os santos estão todos nos altares e bem, os santos da vossa e minha terra não fazem milagres.

Não tenho partido politico, não sou um cativador de massas, não quero nada de vocês, só quero que acordem e pensem por vós mesmos nos últimos 30 anos deste pais (a todos os níveis) e comecem a meter na balança se compensa esses tais valores que vos são dados nos jantares/almoços de partido ou se preferem o vosso ordenado e um pais e economia equilibrada e justa.

Sei que muitos vão aparecer para criticar, o que vos digo é apenas e só isto , quem ainda apoia a corrupção merece passar fome na sua própria terra natal, porque se vos dão um doce e vocês se babam podem não ver que o doce que vos deram era vosso por direito .

"Um pais que não honra a sua dignidade, mereçe a extinção".

Mostrem ao mundo que Portugal é guerreiro , que Portugal não é submisso.

Tenho dito...
Postar um comentário

Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.