O mundo de Palavras: Que se lixe

Bem Vindo/a

Sejam bem vindos ao "Mundo de Palavras", este é um blogue de autor e parte integrante do projecto Poesia Portugal, nascido a 1 de Janeiro de 2009 tem como principal objectivo levar a poesia e a minha opinião pessoal mais longe, tem também como objectivo unir o público e os escritores através do projecto Poesia Portugal.

Se estiverem interessados em ser adicionados aos companheiros desta casa por favor façam essa referência nos comentários, e procedam ao adicionar do blog aos vossos companheiros. ( Obrigado )

Estamos disponíveis nas redes sociais

no Facebook -> https://www.facebook.com/JosePinaOficial/
https://www.facebook.com/PoesiaPortugal

no Twitter -> https://twitter.com/jpina9

Nota: para uma total visualização do blogue por favor desliguem o adblock ou outros bloqueadores uma vez que os mesmos bloqueiam o acesso a aplicações externas por exemplo o google + .
Se por algum erro não se conseguirem tornar seguidores do blogue por favor usem o sistema de seguidores do google +. Obrigado !

Saudações
José Pina

21/09/2013

Que se lixe

"Que se lixe"

Que se lixe tudo,
Que se lixe o mundo.
Que se lixe quem mal fala sem saber,
E quem mal pensa sem a realidade conhecer.

Eu penso por mim próprio,
Não preciso de boleias de camionetes.
Até porque anda ai muito Estetoscópio,
A funcionar ao toque das várias sirenes.

Dá-me o melhor de ti,
E eu vou-te dar o melhor de mim.
Mas se me vieres com histórias sem fim,
o meu desprezo será o nosso fim.

Sou frio como o gelo,
E quente como o fogo.
Feito de extremos, por vezes amigável, por vezes animal,
Especialmente se me puseres fora do normal.

José Pina, 12 Setembro de 2013 , Rotterdão - Holanda.

Postar um comentário

Partilha com os teus amigos(as)

Pedidos de Poemas

Boas pessoal, aqui vão puder deixar os vossos pedidos de poemas que serão respondidos no blogue por ordem de chegada.